Mulher Fenomenal, Maya Angelou

Belas mulheres se perguntam onde meu segredo se encontra. Não sou doce ou feita para me encaixar no tamanho de uma modelo Mas quando começo a dizê-las, Elas pensam que digo mentiras. Eu digo, Está no alcance dos meus braços, Na largura do meu quadril, No avanço do meu passo, Na espiral dos meus lábios.... Continuar Lendo →

O Matrimônio do Paraíso e Inferno, William Blake

Tradução baseada no The Norton Anthology of English Literature, Fourth Edition. Notas no prelo.           A mais acessível das obras longas de Blake, é um vigoroso, deliberadamente escandaloso, às vezes cômico, ataque contra os timidamente convencionais e arrogantes membros da sociedade, assim como contra muitas das opiniões no repertório da piedade e... Continuar Lendo →

“Gênio”, Arthur Rimbaud

Para a musa que entorpece a luz que invade meus olhos, reluzindo o arco-íris da aliança cósmica entre humanos e deuses. Para os amigos de ontem e hoje, mar primordial daquilo que somos. Gênio Ele é afeição e o presente pois ele abriu a casa para a espuma do inverno e ao rumor do verão,... Continuar Lendo →

Introdução a Os Dois Nobres Parentes

            Os Dois Nobres Parentes, aparentemente a última peça a qual Shakespeare debruçou-se, retorna a um tema que ele buscou em Os Dois Cavalheiros de Verona, uma de suas primeiras peças e, possivelmente, a primeira. Como naquela comédia anterior, dois amigos competem pela afeição de uma dama de tal forma que... Continuar Lendo →

Tradução – Shakespeare Através das Eras, Os Sonetos

Introdução à Série           Shakespeare Através das Eras apresenta não a mais atual tendência do criticismo de Shakespeare, mas seu melhor, do século XVII até hoje. Nesse processo, o volume também mapeia a torrente de discussões de obras particulares através dos tempos. Outras coleções úteis e fascinantes de crítica de Shakespeare... Continuar Lendo →

WordPress.com.

Acima ↑