A origem do traço em Memórias de Cego de Jacques Derrida

«A metafísica apagou em si mesma a cena fabulosa que a produziu e que permanece, no entanto, ativa, turbulenta, inscrita com tinta branca, desenho invisível e oculto no palimpsesto”[1]» Considerações Gerais sobre Memórias de Cego (Mémoires d´Aveugle) de Jacques Derrida           O livro Memórias de Cego apresenta de forma sofisticada, sutil […]