Exorcizar o fracasso acumulado

Vomitar a fel desse céu fustigado

Reconhecer o nada a embalar esta cantiga

A maldade absurda a enublar toda a vida.

Fazer do ócio a profissão

perante o ódio de plantão

O fruto podre na compota

há tanto doce que enoja.

Alcançar metas ridículas a longo prazo

Ser a seta, horizonte, do próprio ocaso

Cospes e segues teu curso ordenado

Sempre sambando ao sol do descaso.

Enquanto buscas o fétido d’eus material

Continuarei invertendo o que lhe é vital.

Se me olhas de uma janela azul de esperança

Relembras que aqui não há resquícios de criança.

Tuas caras e bocas mundanas não me convém

Sou o verme a corroer às bases do teu convés.

Se te angustias perante minhas palavras ao vento

É porquê te assusta a força titânica do meu alento.

Se desejas me ferir com teu cruel desprezo

Torno-me a corrosão vermelha dos teus desejos,

Se queres brincar de arruinar vidas alheias

Aqui tu terás apenas aquilo que semeias.

Se sobes ao pisar em outrem

Saiba que um dia o mal vem

Ceifando e espalhando desdém

Como um santo decaído diz amém.

Se te armares de escopetas,

Nós vamos vir das sarjetas

Espalhando às berettas fortes

Enquadrando tuas feias frontes

Não há escapatória para o crime

Vamos caçar à escória como um time

Levando terror aos criminosos

Empunhando o troféu de ossos

E um dia há de vir o anarquismo

Cada um a cuidar do seu destino

Sem nenhuma merda de governo

Doente para persistir em seu erro

Dando aos burros, o pão do alento

Esmola pouca, em vez de talentos

Sustento parco, bolsas famílias

Que sustentam somente às ilhas

Dos ricos e suas minorias ignóbeis

Dos Filhos Da Puta e seus Porsches

O proprietário rural e sua mansão

A corroer qualquer sonho de Nação.

Os ricos são culpados sim, são loucos,

Inculcam nos pobres pesadelos ocos

Que o dinheiro compra à sovina felicidade

O luxo a corroer cada vão da sociedade.

Necessito evolução

Demando à dissolução

Das entranhas, da razão

Que endeusa a produção

Em contrapartida do coração.

Publicado por rafaelxa

Simply be silent, meditate, dance, read, sing. Do a ritual in each opportunity. Connect yourself with the source. It's not difficult. Be really happy. You could dodge the ignorance. You could grasp wisdom in any book, tree or face. It's up to you. Be aware, be awake! "Creio porque é absurdo" Tertuliano "Seja uma luz para si próprio" Buda “Sitting quietly, doing nothing, spring comes, and the grass grows, by itself." Matsuo Bashō "O silêncio e a risada são a chave – silêncio dentro, risada fora" Osho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s