Luxúria em Ação: As Ideias de Shakespeare sobre Sexo e Gênero

Tradução do Segundo Capítulo de: As Ideias de Shakespeare, Mais Coisas entre Céu e a Terra, David Bevington, 2008. 2 Luxúria em Ação As Ideias de Shakespeare sobre Sexo e Gênero             A questão das ideias de Shakespeare sobre sexo e gênero é nosso lugar para começar, não somente porque ele trata dessas matérias intencionalmente nas […]

Introdução a Timão de Atenas de Shakespeare

            Timão de Atenas é o mais implacável estudo de Shakespeare sobre a misantropia. Juntamente com Rei Lear a peça expressa um insulto moral à depravação humana, mas recusa-se a suavizar à angústia com lágrimas compassivas. O protagonista aprende pouca coisa para além da amargura dos seus encontros com a avareza e a ingratidão. Em […]

Introdução a Bem Está o que Bem Acaba de Shakespeare

          Bem Está o que Bem Acaba pertence ao período da vida criativa de Shakespeare o qual ele se concentrou em suas grandes tragédias e escreveu pouca comédia. As raras exceções aparentes não encaixam-se facilmente nos gêneros dramáticos convencionais. Medida por Medida (1603-1604), usualmente chamada de peça problema, está sombriamente preocupada […]

Introdução à Medida por Medida de Shakespeare

          “Uma Peça chamada Medida por Medida” por “Shaxberd” foi apresentada na corte, para o novo Rei James I, pelos “atores de sua Majestade” em 26 de Dezembro de 1604. Provavelmente ela foi composta naquele mesmo ano, ou no final de 1603. A peça data do clímax do período trágico de […]

A Liberdade de Shakespeare

          Propomo-nos a buscar em que sentido William Shakespeare atingiu à liberdade apesar de ter vivido em um momento histórico em que vigoravam as noções absolutas. Para tal, escolhemos como marco teórico a obra de Stephen Greenblatt e da escola conhecida como Novo Historicismo para mapear as diversas variáveis em jogo. […]

A Queixa de um Amante de Shakespeare

Thomas Thorpe publicou “A Queixa de um Amante” [A Lover´s Complaint] no quarto de 1609 dos Sonetos de Shakespeare, atribuindo o poema a “William Shakespeare” em seu cabeçalho. À atribuição não se deve dar muito peso, porque Thorpe, evidentemente, não teve a autorização de Shakespeare para publicar os sonetos e pôde, possivelmente, ter adicionado os […]

A Fênix e a Pomba de Shakespeare

“A Fênix e a Pomba (Tartaruga)” apareceu pela primeira vez numa coleção de poemas chamada Love´s Martyr: Or, Rosalins Complaint de Robert Chester (1601). Esse volume em quarto apresentava vários exercícios poéticos sobre a fênix e a pomba “pelos melhores e principais de nossos escritores modernos”. O poema,  atribuído a Shakespeare, tem sido universalmente aceito como […]

O Estupro de Lucrécia de Shakespeare

O Estupro de Lucrécia está intimamente relacionado com Vênus e Adônis. Os dois foram publicados com cerca de um ano de diferença, em 1594 e 1593, respectivamente, e ambos foram impressos por Richard Field. Ambos foram dedicados ao jovem Conde de Southampton, Henry Wriothesley, cuja confiança e amizade Shakespeare parece ter ganho durante o intervalo […]

Vênus e Adônis de Shakespeare

Como a maioria de seus contemporâneos, Shakespeare aparentemente não considerava a escrita de peças como uma atividade literária elegante. Ele devia saber que era bom em fazê-las, e ele certamente se tornou famoso em seus dias como um dramaturgo, mas não fez grandes esforços para a publicação de suas peças. Nós não temos prefácios literários […]

O Criticismo de Shakespeare

INFOGRÁFICO – A CRÍTICA DE SHAKESPEARE O Criticismo de Shakespeare           Em seu tempo, Shakespeare alcançou uma reputação de grandeza imortal que é surpreendente quando consideramos a baixa consideração na qual os dramaturgos geralmente a detinham. Francis Meres comparou-o a Ovídio, Plauto e Sêneca e proclamou Shakespeare o mais excelente escritor […]

Introdução Geral a Shakespeare (Tradução, Work in progress)

Introdução Geral Ler Shakespeare no Século XXI           Por que ler Shakespeare hoje? Ele viveu há cerca de quatro séculos. Ele escreveu numa forma arcaica do Inglês que é necessário acostumar-se. Seu vocabulário é intimidador. Ele e sua audiência viveram num mundo que é marcadamente diferente do nosso: um mundo de guerras religiosas entre Católicos […]