O carnaval do instante, este carro abre-alas.

Os sonhos de verão
a colorir nossa visão
a harmonia do dia
em constante vigília.
 
A noite a percorrer,
amor sem se conter,
os horizontes encantados
de teus olhos delicados.
 
Nesse reino onde o riso
é a senha do paraíso,
façamos os esconderijos
de nossos beijos incontidos.
 
E na aurora sempre prometida
sejamos um continente – não ilha
que se ergue forte para tudo
que funda o belo no mundo.
 
E que forjemos as esperanças
o agora do amanhã da criança
que resplandece e não para
enquanto não cessa a batalha.

Anúncios

Um comentário em “O carnaval do instante, este carro abre-alas.

  1. Raiou, o sol!! E a Banda já passou, e sai do esconderijo, vaso o mundo ainda com aquele riso!!!(Que delicia de poema)!!!

Replique

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close