Confissões noturnas

A mulher é o segredo,

o enredo, o idioma

da nossa língua, o aroma,

os olhos pretos, miragem

que colore a viagem

é o interesse bom, a dúvida

as nuances das curvas

os inícios, as esperanças

saudades da criança

É o sempre aluno

confundido com professor

É a surpresa da moça

a pupila da onça

a lua que nos rapta

a gramática, o texto,

pretexto que atiça

o dourado talismã

da nossa noite grande imã.

Replique

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑